Trabalho e carreira

Reconversão profissional: está na altura de mudar de carreira?

5 min
Grupo de homens e mulheres pensam em mudar de carreira e conversam sobre o tema da reconversão profissional

A reconversão profissional, por vontade própria ou por força de circunstâncias, é uma etapa decisiva na vida de qualquer pessoa. Há várias razões para mudar de carreira e também há uma série de novos caminhos a descobrir.

Já todos sentimos, em algum momento da vida profissional, vontade ou necessidade de fazer algo diferente. Seja para melhorar a situação financeira, para obter realização ou porque o emprego deixou de existir, a ideia de mudar de carreira tem tanto de entusiasmante como, por vezes, de assustador.

Descobrir, aprender e insistir são três ideias importantes para ter sucesso na reconversão profissional. Mas afinal como começar e o que fazer para que esta seja uma aposta ganhadora?

O que é a reconversão profissional

A ideia da reconversão profissional pode surgir do desalento com o atual emprego, com o desgaste de ter um ordenado baixo, funções pouco desafiadoras ou falta de perspetivas de evolução na carreira. Noutros casos representa simplesmente a ambição de chegar mais longe. Por vezes é apenas motivada pela curiosidade de experimentar algo novo ou pela oportunidade inesperada de seguir um novo rumo profissional. 

A mudança de carreira pode também surgir da necessidade de encontrar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. Há também situações em que alguém se vê forçado a encontrar um novo caminho, porque a sua atividade profissional está a ser substituída por processos automatizados ou por máquinas cada vez mais sofisticadas, numa época em que a Inteligência Artificial já é uma realidade. 

Para quem está numa profissão em que a tecnologia se tornou obsoleta ou redundante, a reconversão profissional é praticamente obrigatória para que se encontre outra atividade profissional.

Nestes casos, procurar uma oportunidade noutra área de atividade ou dedicar algum tempo a estudar – por exemplo, para acabar o curso, tirar um mestrado, fazer outra licenciatura ou aprender programação ou um idioma – são os primeiros passos para mudar de carreira e encontrar a realização profissional.

Seja qual for o motivo, quando damos o passo para mudar o reskilling é necessário com vista à aquisição de novas competências.

Quais são as melhores áreas para encontrar emprego?

Os setores do comércio a retalho, atividades de saúde humana e apoio social, construção e promoção imobiliária estão no top 3 das áreas que mais empregam em Portugal, mas não são os que mais estão a recrutar.

No mercado de trabalho atual, as áreas tecnológicas são, segundo o estudo recente da Randstad intitulado “A IA e o mercado de trabalho português”, as que mais empregos criam, com as atividades informáticas e de telecomunicações a permitirem a criação de 29% dos novos postos de trabalho. Uma tendência que vai ao encontro do mercado de trabalho mundial, onde as skills mais procuradas são IA e automação, auditoria e compliance, computação em nuvem, atendimento ao cliente e análise de dados.

Assim, se está a pensar mudar de carreira, orientar a reconversão profissional para uma destas áreas aumenta as possibilidades de sucesso.

5 Dicas para o sucesso na reconversão profissional

Se avaliou a sua situação profissional e percebeu que está pronto para sair da zona de conforto e fazer uma mudança de vida, há alguns passos e conselhos que são úteis nesta nova fase. É importante perceber que esta transição é um processo que exige algum tempo, motivação e persistência.

Leia mais  Ordenado: quanto vou ganhar ao final do mês?

1. Fazer uma autoavaliação

É o primeiro passo para entrar numa nova etapa. Procure perceber as razões que motivam o desejo de mudança, ou seja, o que está mal e pretende melhorar.

Deve também fazer uma avaliação das suas competências e identificar quais as skills que deve melhorar ou adquirir. Analise os seus pontos fortes e fracos, de forma a potenciar as suas capacidades e corrigir as falhas.

2. Descobrir o que quer fazer

Tem um sonho antigo que quer concretizar, como abrir um negócio próprio ou tirar o curso que sempre desejou? Há uma atividade a que gostaria de se dedicar ou uma empresa em que quer mesmo trabalhar?

Concentre-se em dar os passos necessários para alcançar esse objetivo. Saber para onde quer ir é essencial para que o caminho seja mais fácil.

3. Planear a transição de carreira

As mudanças na sua vida profissional não vão acontecer  de forma instantânea, por isso é importante fazer uma planificação. Perceber quanto tempo vai demorar até adquirir as competências necessárias, definir o momento em que vai começar a procurar ativamente um novo emprego e qual o melhor momento para deixar o atual.

Seja realista no que diz respeito a prazos e à sua vida financeira, porque dificilmente poderá desistir da sua carreira atual sem encontrar um novo emprego. Prepare-se para a eventualidade de existirem contratempos e atrasos no percurso, mas não se deixe abater quando surgirem obstáculos.

4. Investir em formação

Se percebeu que a sua reconversão profissional exige que volte a estudar, que tire uma especialização ou que se inscreva na universidade, não hesite. A formação é um investimento com retorno, porque lhe vai permitir ter um emprego melhor, aprender algo novo e ter uma vida diferente.

Se a aquisição de novas competências implicar um esforço financeiro adicional, considere a hipótese de obter financiamento bancário através de um crédito formação. Estes produtos têm condições mais vantajosas do que os empréstimos comuns e permitem que pague as despesas ligadas à formação necessária sem comprometer o pagamento das despesas que já tem.

5. Usar a rede de contatos

O networking é fundamental em qualquer fase da carreira, mas é ainda mais importante quando se está em fase de reconversão profissional. Tente perceber as oportunidades que existem à sua volta, converse com amigos, familiares e antigos colegas de escola ou de trabalho sobre a sua vontade de mudar de carreira.

As redes sociais – nomeadamente o LinkedIn – são uma fonte de informação sobre novos desafios profissionais, mas também uma forma de se promover profissionalmente.

O mundo das profissões está em mudança acelerada. O relatório “The Future of Jobs Report 2023”, do World Economic Forum, indica que 23% dos empregos que existem atualmente vão mudar nos próximos cinco anos. Está pronto para se reinventar?

O que achou deste artigo?