Impostos

O que é a Euribor?

3 min
O que é a Euribor?

Ouve falar da Euribor e sabe que faz parte dos contratos de crédito habitação. Mas queremos que saiba exatamente o que é, como é definida e como funciona. Domine este tema, para poder poupar num crédito ou ganhar nas contas-poupança.

Euribor significa…

Europe Interbank Offered Rate. A Euribor é, muitas vezes, referida como se fosse apenas uma taxa, mas não é bem assim. Atualmente, existem cinco taxas Euribor, cada uma com um prazo diferente: 1 semana, 1, 3, 6 e 12 meses.

Estas taxas baseiam-se na média dos juros praticados por um conjunto de bancos da zona euro, nos empréstimos que fazem entre si, num determinado prazo. Ou seja, funciona como uma taxa interbancária. A Euribor é também o principal indexante para o crédito habitação em Portugal.

Como é definida a Euribor?

As taxas Euribor são fixadas uma vez por dia e são o resultado da negociação feita por um conjunto de bancos da zona euro. Os bancos negoceiam os juros cobrados entre si para se financiarem. Para calcular o valor de cada taxa, faz-se a média dos juros contratados entre estes bancos, excluindo 15% das taxas mais elevadas e das mais baixas. O valor final é depois arredondado a três décimas. As taxas Euribor variam consoante a procura e a oferta e são também influenciadas pela economia global. Normalmente, acompanham a taxa de referência do Banco Central Europeu (BCE).

Sabia que as taxas Euribor são utilizadas tanto nos créditos bancários como nas contas-poupança?

Como funciona a Euribor?

Nas contas-poupança quanto mais alta for a taxa, melhor para si. Isto porque a maioria dos depósitos a prazo define a remuneração paga através da evolução destas taxas. Quanto mais alta for a Euribor indexada à sua poupança, mais recebe de juros. Quanto mais baixa, menos ganha.

Leia mais  A linguagem dos empréstimos bancários

Já nos créditos, as taxas servem de referência, sobretudo no crédito habitação, o que significa que o valor da taxa influencia a prestação que vai pagar por mês. Na prática, quem tem um crédito habitação paga duas parcelas: amortização de capital e juros (compostos pela Euribor e o spread do banco).

Se a Euribor aumentar, a parcela dos juros cresce e a prestação que paga ao banco também. Se a Euribor descer, a parcela dos juros acompanha a descida e a prestação diminui.

No crédito habitação com taxa variável, a parcela dos juros é revista em função do prazo escolhido. Nos créditos com taxa fixa, normalmente paga um prestação mais elevada, mas tem a segurança de saber, mesmo que as taxas de juro subam, a sua prestação não aumentará.

Se está a pensar comprar casa, lembre-se que, num crédito habitação, não é só o spread que conta. Se, pelo contrário, planeia vender o seu imóvel, perceba o que são as mais-valias e se vai ter de pagar imposto. Esta poderá ser mesmo uma das decisões mais importantes da sua vida financeira, por isso, o melhor é estar informado.