Dinheiro

Tem uma conta que já não usa?

4 min
Tem uma conta que já não usa?

Sabia que manter uma conta bancária inativa pode gerar despesas inesperadas? Explicamos como pode descobrir se tem contas inativas e o que fazer para evitar que continuem a cobrar-lhe comissões.  

Grande parte dos portugueses tem mais do que uma conta bancária. É a conta que já vinha de criança, a conta que se abre quando se consegue o primeiro trabalho, depois a conta no banco que ofereceu melhores condições para o crédito à habitação e por aí fora. É frequente ter mais do que uma conta e é também normal, a dada altura, acabar por deixar de utilizar alguma delas. Aquilo em que não pensamos é que manter uma conta bancária inativa, mesmo que não tenha saldo, pode representar problemas para a sua carteira e gerar despesas inesperadas associadas às taxas de manutenção.

As comissões de manutenção de uma conta são um custo associado a contas à ordem e são cobradas pelos bancos mesmo que não haja saldo ou movimentos.

Explicamos como pode saber se mantém contas em seu nome que já não usa e o que deve fazer para encerrá-la. 

O que é uma conta inativa?

Regra geral, qualquer conta que esteja sem movimentos há mais de seis ou doze meses, dependendo dos bancos, é considerada inativa. Até alguns anos, as instituições bancárias fechavam automaticamente as contas dos titulares que não tinham atividade há mais de um ano. Hoje, isto não acontece. E o facto de uma conta não ser movimentada e não ter saldo não significa que esteja encerrada e podem continuar a ser cobradas taxas e comissões.

Até informar a sua entidade bancária de que pretende encerrar a conta, é totalmente responsável por ela.

Mas atenção, há exceções.A verdade é que nem todas as contas sem movimentos, são consideradas inativas.  Contas associadas a outros produtos financeiros, como créditos bancários, têm atividade indireta e por isso, deve mantê-la. Contudo, o melhor é contactar a entidade bancária e perceber se essa conta não lhe está a trazer despesas inesperadas.

Como saber se tenho uma conta bancária inativa?

O processo é bastante simples e pode obter essa informação, comodamente, a partir de casa. Para isso, só tem de ir ao site do Banco de Portugal e seguir os seguintes passos:

  • Autenticar-se com as suas credenciais de acesso do Portal das Finanças ou com o leitor do cartão de cidadão;
  • Clicar em “Particularidades” e de seguida em “Base de Dados de contas”;
  • Ler e aceitar as condições;
  • Por último clique em “Obter Mapa” para descarregar o seu Mapa de Responsabilidades, onde terá acesso detalhado a contas, poupanças, créditos e outros produtos financeiros que estejam em seu nome.
Leia mais  Sabe como funciona o crédito multifunções?

Em caso de dúvida, siga sempre este procedimento e evite cobranças inesperadas.

Quanto tenho de pagar por ter uma conta inativa?

O valor a pagar por uma conta inativa varia consoante o banco e vai depender do valor das comissões de manutenção cobradas por essa entidade. Em alguns bancos, além da comissão mensal terá ainda de pagar uma comissão adicional pelo facto da conta estar parada. Normalmente, estas taxas e comissões são aplicadas às contas que não registem movimentos durante seis meses, tenham saldo igual ou inferior a 15 euros e não tenham produtos financeiros contratados.

A exceção são as contas jovem que, por regra, não têm custos de manutenção associados.

O que fazer caso tenha dinheiro na conta inativa?

Neste caso, o dinheiro é seu e o banco não pode ficar com ele. No entanto, é provável que as comissões estejam a ser debitadas a esse valor e só será informado quando a conta já tiver saldo negativo.

Se a conta estiver a zeros, o banco continuará a debitar as comissões e o saldo negativo irá crescer. Posteriormente, a dívida entrará em processo de cobrança.

Quer fechar a conta? Saiba como

Mesmo que não tenha recebido nenhuma notificação do banco para pagar comissões em atraso, não quer dizer que a conta já esteja encerrada. Nestes casos, as entidades bancárias deixam acumular um valor significativo a pagar e só passado algum tempo é que o informam. 

Se já não usa uma conta, à cautela, tire uns minutos da sua vida e informe a entidade bancária de que pretende encerrá-la. Por norma, o procedimento é simples. Deverá ter de assinar um comprovativo que aconselhamos a guardar, de forma a salvaguardar-se em caso de cobranças indevidas.

O que fazer antes de encerrar a conta

  • Cancelar os débitos diretos;
  • Liquidar o saldo negativo (caso exista), no momento do encerramento;
  • Entregar cartões, cheques e cadernetas;
  • Terminar os contratos de autorização de descoberto e associados (caso existam).