Poupar

Luz e gás: simular e mudar para poupar

2 min
Luz e gás: simular e mudar para poupar

Para fazer face ao aumento das faturas da luz e do gás, mudar de fornecedor pode ser uma boa opção. Explicamos-lhe como descobrir se pode vir a pagar menos.

Com o custo de vida a aumentar, torna-se ainda mais desafiante fazer com que o dinheiro chegue para fazer face a todas as despesas mensais. Se há custos que podem ser cortados, como os gastos superficiais, o mesmo não acontece com as despesas fixas, aquelas que não podem ser eliminadas do orçamento familiar, como é o caso da luz e do gás.

No sentido de permitir aos consumidores escolher os melhores preços para o fornecimento de luz e gás, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) disponibiliza um simulador de preços. Se ainda não o conhece, explicamos-lhe como funciona.

Este simulador permite comparar os preços das ofertas comerciais de eletricidade e gás natural e escolher a melhor opção entre os mais de 200 tarifários que fazem parte do mercado liberalizado em Portugal Continental.  

Entrando no simulador, tem três possibilidades: comparar os preços do fornecimento de eletricidade; os preços do fornecimento de gás natural; e os dois serviços num só operador.

Comparar os preços das ofertas de eletricidade e gás natural

Pode realizar dois tipos de simulação para o tipo de oferta que procura:

  • Simulação rápida – escolhe entre três casos pré-definidos o que melhor corresponde à sua situação;
  • Simulação personalizada – preenche os dados de consumo a partir da sua fatura.

Encontrou uma proposta melhor? Mude

Se decidir mudar, o novo comercializador tratará do seu processo de mudança, sem interrupção de fornecimento. Regra geral, o processo de mudança levará no máximo 5 dias úteis.

Analise as condições do contrato de luz ou gás natural

Compare, além do preço, outros aspetos contratuais importantes, tais como: prazos de vigência do contrato, serviços adicionais obrigatórios e penalidades em caso de rescisão antecipada. Convém ler também a ficha contratual padronizada, para que saiba exatamente aquilo que vai contratar e pagar. 

Leia mais  Certificado energético: como e quando o deve pedir

O que achou?