Poupar

Aprenda a poupar energia na cozinha

4 min

A cozinha é uma das divisões da casa onde se consome mais energia. Criar novos hábitos e saber quais os eletrodomésticos que mais consomem é fundamental para começar a reduzir a fatura da eletricidade. Neste artigo, desvendamos-lhe alguns truques para poupar energia na cozinha.

Os eletrodomésticos desempenham um papel fundamental no nosso dia-a-dia. E é na cozinha que acabamos por consumir mais energia devido ao número de pequenos e grandes aparelhos que utilizamos, mas também por ser uma divisão onde os nossos hábitos fazem com que gastemos mais do que o necessário.

Além disso, os últimos dois anos obrigaram-nos a passar mais tempo em casa e isso reflete-se também na fatura da eletricidade, pelo facto de cozinharmos com mais frequência ou de abrirmos mais vezes o frigorífico. Isto não é bom, nem para a sua carteira, nem para o ambiente. Mas com pequenas mudanças de hábitos de consumo, que não causam transtorno na rotina diária, contribuímos para um futuro mais sustentável e poupamos algum dinheiro no final do mês.

Partilhamos consigo alguns truques para poupar energia na cozinha:

1. Frigorífico

É um dos eletrodomésticos que consome mais energia em toda a casa. Evite abrir a porta muitas vezes e não a deixe aberta durante muito tempo, uma vez que, de cada vez que o faz, o frigorífico precisa de consumir mais energia para regular a temperatura novamente. Além disso, não coloque alimentos ainda quentes dentro do frigorífico, porque vai obrigar o eletrodoméstico a consumir mais, para arrefecer os recipientes e regenerar a temperatura. Não coloque este aparelho perto de fontes de calor, de forma a evitar um maior esforço energético, e mantenha-o a 10 centímetros da parede, para que o calor gerado, possa fluir com maior facilidade.

2. Congelador

Evite a formação de gelo nas paredes deste aparelho, uma vez que cria um efeito isolador e dificulta a transmissão do frio, o que acaba por representar um maior consumo de energia. Mantenha o congelador sempre cheio, já que é preciso mais energia para manter a temperatura de um congelador vazio. Desta forma, evita que o calor entre e ocupe os espaços vazios quando abre a porta. Caso não tenha comida suficiente para enchê-lo, coloque garrafas ou garrafões de água, para minimizar o consumo de energia.

3. Forno

Resista à tentação de abrir a porta do forno várias vezes para ver como vai o assado. Abrir a porta do forno muitas vezes resulta em perdas de calor durante o processo, o que requer uma regeneração de energia para recuperar essas perdas. Além disso, desligue o forno alguns minutos antes da refeição estar pronta e aproveite o restante calor para terminar a cozedura. Utilize recipientes de vidro ou cerâmica, já que são materiais que requerem menos tempo de aquecimento e reduzem o tempo de utilização. Pode também economizar tempo e dinheiro ao cozinhar vários alimentos em simultâneo. Já que vai usar o forno, aproveite para assar maçãs ou aquela batata doce.

4. Máquina de lavar roupa

Deve encher a máquina o máximo que conseguir. Caso contrário, utilize programas curtos e que requeiram menor temperatura. Lavar a roupa no programa eco – nas máquinas que o têm – é uma boa opção. Por ser um programa mais longo, a água não precisa ser tão aquecida como num ciclo mais curto e a roupa fica mais tempo com detergente. Ou seja, é eficaz poupando água e energia. Já agora, evite o uso de uma máquina de secar e seque a roupa ao ar livre sempre que as condições atmosféricas o permitirem.

5. Placas elétricas

Sempre que cozinhar, desligue a placa minutos antes de a refeição estar pronta para aproveitar o calor e terminar a cozedura dos alimentos. Coloque sempre as tampas nos tachos e panelas, para evitar perdas de calor e cozinhar mais rapidamente. Certifique-se que o tamanho da panela se adequa ao disco da sua placa e evite desperdícios de energia.

6. Máquina de lavar loiça

Começamos por esclarecer uma dúvida comum: sim, lavar a loiça na máquina é mais económico do que lavá-la à mão e evita desperdício de água. Sempre que utilizar este eletrodoméstico, faça-o quando estiver cheio e utilize programas curtos ou ecológicos. Caso precise de enxaguar a loiça antes de a colocar na máquina, utilize sempre água fria.

Para além do que já foi mencionado, siga as seguintes dicas:

  • Esteja atento à etiqueta energética dos eletrodomésticos na hora de comprar. Quanto melhor for a classificação energética de um aparelho, mais eficiente será;
  • Aqueça as refeições no micro-ondas e evite a utilização desnecessária do forno ou do fogão;
  • Desligue os eletrodomésticos que não estão a ser usados da tomada, uma vez que, mesmo em stand-by, estão a consumir energia;
  • Evite o uso do micro-ondas para descongelar alimentos e deixe-os à temperatura ambiente, para que descongelem de forma natural;
  • Cozinhe em maiores quantidades. Vai utilizar menos vezes o forno ou o fogão e terá sempre refeições prontas à hora;
  • Caso precise de aquecer água, faça-o numa chaleira ou cafeteira elétrica e não no fogão. Consome menos energia.

Ponha estas dicas em prática e poupe algum dinheiro no final do mês. Encontre neste artigo dicas para poupar no supermercado.