Poupar

Dicas para conservar comida e poupar

5 min
Conservar comida e poupar

Já pensou que o processo de conservação dos alimentos começa logo no supermercado? Neste artigo encontra dicas preciosas para prolongar a vida útil dos produtos e evitar desperdícios.

Numa altura em que a inflação não dá tréguas e os bens essenciais estão a preços mais elevados, saber como conservar produtos alimentares pode ser um grande aliado em matéria de poupança, além de permitir combater o desperdício alimentar.

O processo começa logo no supermercado, onde devemos ter a preocupação de colocar os produtos congelados ou refrigerados por último no carrinho. Mas é em casa que devemos ter os maiores cuidados. Há que preparar e conservar os alimentos adequadamente, para que se mantenham em condições de serem consumidos durante mais tempo. Siga estas dicas.

Use caixas herméticas ou sacos de congelação

De forma a conservar os alimentos da melhor maneira, comece por congelá-los em recipientes herméticos, de vidro ou de plástico, que não deixem passar ar. Confirme antes os símbolos gravados no fundo das caixas, de forma a perceber se são adequadas para a congelação.

Além disso, se quiser descongelar um produto que esteja dentro de uma dessas caixas e pretender mais tarde passá-la diretamente do congelador para o micro-ondas ou para o forno, certifique-se primeiro de que o recipiente é adequados para o efeito.

Organize os congelados no congelador

Sempre que for às compras, confirme primeiro quais os produtos que ainda tem no congelador, para evitar comprar alimentos desnecessários.

Por uma questão de organização, ponha etiquetas que identifiquem o conteúdo das embalagens e a data de congelação. Depois, organize as embalagens de modo a colocar à frente os alimentos que têm a data mais antiga, para serem consumidos primeiro.

Para poupar espaço no congelador, coloque os alimentos em sacos de plástico próprios para congelação. Retire todo o ar da embalagem antes de a fechar e colocar no congelador.

Como preparar os alimentos antes de os congelar?

Quase todos os alimentos podem ser congelados. Mas há formas de o fazer mais adequadas, para preservar os seus nutrientes e deixá-los sempre deliciosos e prontos a utilizar. Tome nota:

  • Legumes e hortaliças

Regra geral, antes de congelar os legumes deve prepará-los previamente (descascar, lavar e cortar) e escaldá-los durante um ou dois minutos em água a ferver. Passe-os depois por água fria, seque-os com papel de cozinha e congele-os em sacos etiquetados.

A exceção são a cebola, os coentros, a salsa, as ervas aromáticas e o tomate, que podem ser congelados crus, depois de lavados e picados.

Evite congelar legumes ricos em água, como o pepino, a batata, a alface ou o rabanete, uma vez que o processo de congelação altera a sua textura. No entanto, caso sejam destinados a sopas ou purés, podem ser congelados sem problema.

  • Carne e peixe

À semelhança dos exemplos anteriores, deve sempre preparar a carne e o peixe antes de os congelar.

Antes de congelar qualquer tipo de carne, retire-lhe os ossos, a gordura excessiva e os tendões.

No caso do peixe, deve retirar-lhe as vísceras, escamá-lo e lavá-lo muito bem.

Para facilitar o armazenamento e a confeção, corte somente as porções que pretende utilizar, tendo em conta o tipo de prato que pretende vir a fazer com esses ingredientes.

Este processo também faz com que economize algum tempo, uma vez que, sempre que quiser preparar alguma refeição, poderá colocar a carne ou o peixe diretamente no tacho, sem ter de os descongelar.

  • Fruta
Leia mais  IRS para quem tem filhos: o que ter em conta na declaração

Seja para batidos, sobremesas ou sumos, quase todos os tipos de fruta podem ser congelados e consumidos mais tarde.

Para isso, basta descascar e cortar a fruta em cubos, secá-la com papel de cozinha e, de preferência, colocá-la num tabuleiro para que, ao congelar, os pedaços não fiquem colados. Depois, é só por tudo em embalagens próprias ou sacos de plástico etiquetados.

  • Pão

Se é adepto de ter sempre pão em casa, pode optar por comprar uma quantidade maior de uma só vez e congelá-lo para consumir mais tarde. Para isso, só tem de o embrulhar com película aderente, para evitar a formação de cristais de gelo e manter as propriedades. Dica: Congele sempre pão do dia.

  • Congelar pratos confecionados

Por um lado, é uma forma de evitar que as sobras das refeições acabem no lixo. Por outro, permite poupar tempo a cozinhar, porque pode preparar porções maiores do que as necessárias e congelar para comer mais tarde.

Mas se se tratar de um prato com molho pode ter a vida facilitada, já que alguns pratos, como é o caso da lasanha, prestam-se melhor ao processo de descongelação e aquecimento e não perdem propriedades. No entanto, é de evitar congelar pratos confecionados à base de arroz e massa, porque, quando congelados, ficam com uma textura mole e pouco agradável ao paladar. Nestes casos, é preferível conservar o molho numa caixa à parte e cozer uma porção de massa apenas à hora da refeição. 

Atenção, se quiser congelar sopa, não encha o recipiente até acima, uma vez que, ao congelar, o volume aumenta.

O que querem dizer as estrelas de um congelador

Para conservar os alimentos da forma certa e evitar desperdícios, o aparelho que tem em casa também tem influência. Muitas pessoas não o sabem, mas os alimentos frescos só podem ser congelados em congeladores de quatro estrelas. A boa notícia é que hoje a grande parte dos equipamentos à venda, como é o caso dos frigoríficos combinados de duas portas ou as arcas congeladoras verticais, já têm esta capacidade.

Se o seu congelador apenas tiver três estrelas, só serve para conservar produtos previamente congelados. Congelar refeições confecionadas, frutas, legumes ou carne fresca, por exemplo, pode comprometer a qualidade dos produtos e fazer com que se estraguem facilmente. É esse número de estrelas que vai definir o tempo máximo de conservação dos alimentos nos congeladores, de acordo com as temperaturas atingidas no seu interior. Ora veja:

  • uma estrela (*) – temperatura até -6ºC. Conserva congelados até uma semana;
  • duas estrelas (**) – temperatura até -12ºC. Permite conservar congelados até um mês;
  • três estrelas (***) – temperatura até -18ºC. Conserva alimentos previamente congelados até um ano;
  • quatro estrelas (****) – temperatura entre -18º e -24ºC. Atualmente, quase todos os equipamentos à venda têm quatro estrelas e são os únicos que permitem congelar produtos frescos. Conserva os congelados até um ano.

4 dicas-chave para conservar alimentos e poupar

  1. Quando for às compras, lembre-se que os alimentos congelados e refrigerados devem ser os últimos a entrar no carrinho;
  2. Quanto mais frescos forem congelados os alimentos, melhor;
  3. Nunca introduza alimentos quentes diretamente no congelador, altera a temperatura e pode comprometer os restantes produtos;
  4. Organize o congelador de forma a que os alimentos mais facilmente perecíveis sejam consumidos primeiro.

O que achou?