Poupar

Como remodelar a cozinha sem gastar muito dinheiro

5 min
Jovem casal acompanhado de vendedora avalia opções para remodelar cozinha

As remodelações podem ser cansativas e dispendiosas. Neste artigo damos-lhe algumas sugestões para remodelar a sua cozinha sem complicações e de forma económica.

A cozinha é o ponto central da casa e uma das divisões mais utilizadas no dia a dia. Mais do que o lugar para preparar refeições, é uma zona de convívio onde a família se reúne. Por isso, é importante que seja prática, multifuncional e acolhedora.

Mas remodelar a cozinha para que fique à sua medida pode ser uma dor de cabeça. Descubra como transformar este espaço sem gastar muito dinheiro.

Faça um plano e crie um orçamento

Antes de começar qualquer obra de remodelação deve, primeiro, planear o que pretende fazer. Isto é importante para que não se perca no meio das muitas opções que existem no mercado e para que não gaste mais dinheiro do que o necessário. Faça uma lista de tudo o que precisa de mudar, pesquise referências e organize as suas ideias. Verá que, assim, torna-se mais fácil tomar decisões. Para ter uma noção mais concreta de como poderá ficar a sua cozinha, já existem softwares que permitem simular o espaço final.

Depois, tem de pensar no que vai precisar para a remodelação. Além dos materiais, poderá ter de contratar serviços específicos, como canalização, instalação de gás e eletricidade. Mais uma vez, faça uma lista para não esquecer nada.

Por fim, tem de estabelecer o seu orçamento. Defina o valor máximo que pode gastar e faça contas àquilo que realmente consegue mudar na sua cozinha. Deve considerar, primeiro, o que é mesmo indispensável (como a canalização, caso precise de a trocar) e, só depois, pensar no supérfluo. Não ter um orçamento ilimitado significa que poderá ter de fazer escolhas difíceis e abdicar de algumas coisas que gostaria de ter em prol de outras mais importantes. Por exemplo, trocar a disposição do lava-louças e dos eletrodomésticos implica alterar as redes de abastecimento de água, esgoto e luz, o que aumenta significativamente o preço e a dificuldade da obra.

Caso precise de financiamento para criar a sua cozinha de sonho, pode contar com o Crédito Pessoal Lar e Recheio da Cofidis.

Peça vários orçamentos

Não comece a sua obra sem antes pesquisar bem os fornecedores. Consulte portefólios, procure críticas e recomendações online e veja quais é que se adequam mais ao seu estilo e às suas necessidades. Peça orçamentos a quatro ou cinco dos fornecedores que mais lhe interessam para os poder comparar e tomar a melhor decisão.

Dicas para remodelar a cozinha de forma económica

Quando se tem um orçamento limitado, renovar a cozinha pode significar pôr a imaginação e a criatividade à prova para se encontrar as soluções mais em conta. Veja as nossas dicas.

Dê uma nova vida às paredes e ao chão

Trocar os azulejos e a tijoleira da cozinha é um dos aspetos mais caros e trabalhosos numa remodelação. Felizmente, existem muitas alternativas no mercado. Uma das formas mais fáceis e rápidas de transformar o chão e as paredes é através da pintura. Atualmente já existem tintas e esmaltes próprios para esse efeito, que oferecem resultados bonitos e duradouros. Ao escolher a cor, tenha em conta o resto da decoração e o tamanho do espaço: cores escuras em espaços pequenos, por exemplo, vão torná-los mais fechados.

Leia mais  Como lidar com despesas inesperadas

Se preferir, também pode optar pelos pavimentos vinílicos e pelos adesivos que imitam azulejos. A superfície destes materiais simula o aspeto de pedra, madeira ou cerâmica, dando um acabamento natural ao espaço. Entre as vantagens deste tipo de solução destaca-se a sua durabilidade, a facilidade de instalação e a facilidade de limpeza.

Transforme os seus móveis

Se os armários da cozinha estiverem em bom estado, pode considerar renová-los em vez de os trocar. Mudar as portas é uma opção, mas a forma mais fácil de alterar imediatamente os móveis é a pintura para  dar um toque único ao seu espaço. Além disso, consegue poupar bastante dinheiro. Também pode substituir as dobradiças e os puxadores por opções mais modernas e verá que a sua cozinha parecerá logo outra.

Mude a bancada

Alterar a bancada da cozinha pode ser dispendioso. No entanto, como é uma área de muito uso, propensa a derrames e salpicos e que exige uma limpeza constante, é importante que tenha uma bancada de qualidade. Assim, considere gastar uma fatia considerável do seu orçamento na pedra da cozinha.

Se procura opções mais baratas, pode revestir a sua bancada atual com vinílico. É importante que este seja de qualidade e impermeável e não se esqueça que terá de retirar o fogão e o lava-louça antes de fazer a aplicação.

Coloque prateleiras para ganhar espaço

Se a falta de arrumação é um problema na sua cozinha e não quer colocar móveis novos, porque não aproveitar o espaço vertical? Instalar prateleiras e ganchos para pendurar utensílios é uma alternativa económica e interessante para ganhar espaço. Pode expor, por exemplo, especiarias, louça, ou até frutas e legumes.

Ao optar pelas prateleiras, é importante que escolha materiais e cores que combinem com o resto da cozinha para a integração ser natural.

Invista em soluções que tragam poupança

Ao fazer uma remodelação na cozinha é importante pensar na sustentabilidade. Escolher opções mais amigas do ambiente significa, não só, diminuir a sua pegada de carbono, mas também poupar algum dinheiro ao final do mês.

Substitua os candeeiros e escolha lâmpadas LED, que são mais sustentáveis e duradouras. Opte por torneiras de qualidade, com maior eficiência hídrica, ou instale redutores de caudal. Por fim, se estiver a pensar em trocar os eletrodomésticos, tenha em atenção a classe energética e prefira os da classe A.

Estas escolhas podem ser mais caras e absorver uma grande parte do seu orçamento, mas, a longo prazo, ajudam a diminuir a conta da luz e da água.

Agora que já conhece as nossas sugestões para renovar a cozinha sem gastar muito dinheiro, planeie o seu projeto e ponha mãos à obra. Se precisar de ajuda com o financiamento, faça uma simulação do Crédito Pessoal Lar e Recheio da Cofidis.

O que achou?