Poupar

Sabe mesmo ler as datas de validade dos alimentos?

3 min

O tema não é novo, mas o certo é que ainda há muito desconhecimento no que respeita à validade dos alimentos e má interpretação dos rótulos.

Um estudo em 12 países (Europa e América do Norte), feito pela YouGov e encomendado pela empresa Too Good To Go, revelou, em 2021, que 55% das pessoas desperdiça algum tipo de alimento. São também erros na leitura dos prazos de validade que facilitam o desperdício — porque os prazos de validade não são todos iguais, como mostra a campanha da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) lançada em 2019.

Ao ter mais e melhor informação é possível rentabilizar o consumo, evitando o desperdício, por isso, atente nas diferenças entre os diferentes tipos de validade que pode encontrar nos produtos embalados.

O que significa “Consumir até”?

Que o alimento deve ser consumido até à data apresentada. Esta é a data limite de consumo.

A que alimentos se aplica?

Aplica-se a produtos perecíveis, como a carne fresca, iogurtes, queijo fresco, saladas, sanduíches e refeições prontas.

O que significa “Consumir de preferência antes de”?

Que o alimento conserva as propriedades específicas até à data indicada. Podem ser consumidos depois da data, desde que tenham sido conservados nas condições corretas. A data apresenta dia, mês e ano.

A que alimentos se aplica?

Produtos não perecíveis, como o azeite, batatas fritas, cereais, cuja validade é por norma inferior a 3 meses.

O que significa “Consumir de preferência antes do fim de”?

Ao contrário da designação anterior, a data apresenta apenas mês e ano. Tal como no caso anterior, estes alimentos são microbiologicamente não perecíveis e conservam as suas propriedades específicas até à data indicada. Podem ser consumidos após a data desde que se respeitem as regras de conservação indicadas no rótulo.

A que alimentos se aplica?

A produtos não perecíveis como congelados e conservas, mas cuja validade é por norma superior a 3 meses.

Porque há produtos sem prazo de validade?

São produtos não perecíveis que, ou pelas suas características naturais ou por serem fermentados, são considerados conservantes naturais. O sal, o açúcar ou o vinagre são exemplos.

“Aproximação do fim do prazo de validade”

Para combater o desperdício alimentar, as cadeias de supermercados disponibilizam um local específico para escoar este tipo de produtos. São lhes colocadas etiquetas de cores chamativas onde se lê “aproximação do fim do prazo de validade”. Estes produtos têm em geral um preço com desconto, já que a margem de tempo em que o vai poder consumir com todas as garantias é menor. O prazo de validade estará sempre apresentado na etiqueta do preço e, em geral, termina dentro de dois a três dias. São ótimas opções para poupar e evitar desperdício, se planeia consumir os produtos em questão no próprio dia ou dia seguinte.

Agora que está mais informado, só tem de ir gerindo os rótulos lá em casa e fazer a sua parte para evitar o desperdício.