Direitos e Deveres

Portal das Matrículas: saiba como inscrever os seus filhos

4 min
Portal das Matrículas: saiba como inscrever os seus filhos

Os seus filhos vão para o 1º ano e quer matriculá-los na escola pública? O período de matrículas já está a decorrer e encerra a 15 de maio.

Se é encarregado de educação de uma criança que vai entrar para o 1º ano e pretende que ele frequente o ensino público, então terá de usar o Portal das Matrículas para fazer a inscrição. É a primeira vez que usa este portal? Nós explicamos o que tem de fazer.

Em primeiro lugar, importa saber que as matrículas para o ano letivo 2023/2024 já estão a decorrer e terminam já no próximo dia 15 de maio. O processo deve ser feito online, através do Portal das Matrículas, salvo raras exceções, isto é, se não tiver acesso à internet ou meios eletrónicos para o efeito.

Explicamos-lhe tudo passo a passo:

  • Aceda ao Portal das Matrículas;
  • Escolha o perfil “Login da/o Encarregada/o de Educação” e insira as suas credenciais de acesso. Em alternativa, pode optar por autenticar-se com os dados de acesso ao Portal das Finanças, através da chave móvel digital ou com um leitor de cartão de cidadão;
  • De seguida, deve dar autorização para que o Ministério da Educação consiga aceder aos seus dados;
  • Escolha a opção “Portal das Matrículas”;
  • Por último, clique na opção “matrícula”, exceto se se tratar de uma transferência de uma escola pública.

Analisar e selecionar as escolas

Antes de iniciar o processo de matrícula deve analisar minuciosamente os estabelecimentos de ensino da rede pública onde gostaria de colocar o seu educando.

Depois, selecione os estabelecimentos de ensino do seu concelho. Terá prioridade se a freguesia da escola for a mesma da sua área de residência. E o mesmo acontece se a criança já tiver irmãos na mesma instituição ou se tiver necessidades educativas especiais.

Que informações devo inserir no Portal das Matrículas?

O pedido de matrícula no ensino público está divido em várias fases. Em primeiro lugar, terá de consentir a recolha e tratamento de dados pessoais. De seguida, é-lhe pedido que preencha os dados da criança juntamente com o upload de uma fotografia. É nesta fase que deve indicar se o seu filho tem algum tipo de necessidades especiais.

Leia mais  Como lidar com despesas inesperadas

Depois, terá de preencher os dados do encarregado de educação, entre eles, os dados do cartão de cidadão e, por exemplo, a morada do seu local de trabalho.

Em caso de divórcio, os pais devem definir qual dos progenitores será o encarregado de educação da criança.

Quando lhe forem pedidos os dados da matrícula, indique qual a escola que o aluno frequentou no ano anterior e, por fim, anexe todos os comprovativos que lhe são pedidos.

Usar o Portal das Matrículas para matricular filhos mais velhos

Além de utilizar o Portal das Matrículas para matricular o seu educando no 1º ano, o Ministério da Educação sugere que o faça para os restantes níveis de ensino.

Para saber se o seu filho foi colocado nas opções pretendidas, consulte a lista de alunos admitidos, que será publicada a 1 de julho.

Caso não consiga matricular a criança através da internet, por qualquer razão, dirija-se aos serviços competentes da escola da área de residência do aluno, independentemente dos estabelecimentos de ensino que pretende escolher.

A certidão de domicílio fiscal

Caso pretenda usar a morada como critério para a escolha das escolas, durante o processo pode ser-lhe pedida uma certidão de domicílio fiscal. Este documento obtém-se no Portal das Finanças. A forma mais rápida de o conseguir é escrever na barra de pesquisa Pedir Certidão e depois selecionar Domicílio Fiscal.

Comprovativo do Local de Trabalho

Sempre que o Encarregado de Educação utilize a sua morada profissional como critério de seriação em alguma das preferências, será pedido um comprovativo do seu local de trabalho.

Um conselho: pelo facto de poderem ser pedidos vários documentos adicionais, não deixe as matrículas para o último dia.

Manual de utilização do Portal das Matrículas

O Ministério da Educação disponibiliza um manual de utilização na homepage do Portal das Matrículas. Procure no fim da página e clique em “Para consultar o manual do Encarregado de Educação clique aqui” para esclarecer todas as suas dúvidas.

O que achou?